Quando eu era criança, deitava na cama de minha mãe e acordava na minha cama.

Não sabia como isso acontecia.

Muitos anos depois, minha mãe deitou na sua cama e acordou em outra cama, mas numa outra dimensão.

Também não sei como isso acontece.

Saudade é o amor que fica.



Tempo ...
Tempo que nos for permitido...
Tempo este que pode ser contra, ou a favor.
Tempo + dedicação = todo tempo do mundo.
Tempo – dedicação = tempo perdido.
O tempo não pára!
Só a Saudade é que faz as coisas pararem no tempo.

Dezembro de 2011


Hoje, 18 de setembro, se minha mãe estivesse viva, faria 84 anos.

Desde sua partida, todo ano, neste dia, saio para almoçar com minha irmã e nossos filhos.

Hoje, não foi diferente.

Fomos a um restaurante, A Marisqueira, aqui no Rio, em Copacabana, que ela gostava muito de ir e que foi palco de muitos almoços em família.

Ela juntava, filhos, netos, irmãs e sobrinhos e fazíamos um regabofe para ninguém botar defeito.

Saudade, muita saudade dela.